segunda-feira, outubro 12, 2009

Brasil, Matemática e a Venezuela

Brasil, matemática e a Venezuela

Somos 183.987.291 milhões de pessoas espalhados por 8.547.403 milhões de quilômetros quadrados. Com o auxílio de um lápis e de um papel faça a conta. Ficou difícil para você como ficou para mim? Então usa a calculadora. O resultado é aproximadamente 21. Pois é, se fossemos dividir o Brasil igualmente por todos, daria uma fatia de cerca de 21 quilômetros quadrados para cada cidadão. A matemática não mente, ela pode confundir, mas mentir jamais. Depois dessa simples conta, quer dizer, dessa conta, eu consigo entender ainda menos o problema da terra no Brasil, o porquê dos apartamentos de três quartos de hoje serem idênticos às quitinetes de outrora e os engarrafamentos megalômanos as grandes metrópoles, tudo fica mais opaco. Espaço parece não faltar. O povo culpa o governo, o mercado imobiliário, o desrespeito ao rodízio no trânsito. Para mim, levando em conta um pouco das boas e úteis teorias conspiratórias, a concentração de terras, os micro-apartamentos e os engarrafamentos, tudo isso não passa de um grande lobby da Venezuela para que um dia venhamos a ter que alugar um pedaço das suas terras, transferindo assim uma parte da nossa riqueza para lá. Seria tudo, portanto, parte de uma estratégia comunista do Hugo Chávez para distribuição de renda no continente. Em todo caso, apesar dos contras, eu prefiro a Argentina, dizem que Buenos Aires é uma cidade linda.
CEVDM

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home